...

Palavras despejadas, as vezes sem o menor nexo aparente, com um sentido um tanto ausente.Um blog de uma pessoa romântica, mas um tanto fria, de uma pessoa sedenta da sua companhia.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Sobrevivendo...


È o que muitos fazem as vezes, por perder a razão, o sentido de viver. Não achar mais graça na vida e ver tudo cair na rotina, qualquer coisa é torturante.
Quando você se faz varias perguntas e não encontra as respostas e se ver perdido em um circulo de perguntas sem respostas, olhando que tudo vai se repeti e todos vão e você fica ali, parado imaginando o que poderia ter feito mas não fez e acaba perdendo tempo se lamentando.
Eu posso até ser acomodada e relaxada, mas vou sobrevivendo, vou achando a felicidade nos pequenos momentos e fazendo eles se tornarem grandiosos.
Como diz na musica de Lacuna coil.
Sobreviver
As vezes eu me sinto sozinho em uma multidão de milhões de pessoas Um estranho vagando sozinho sem palavras pra se dizer Eles não conseguem explicar o desejo para acabar com a dor Sinto o suspiro que sempre vai embora Eu estou sonhando isso tudo? Eu nunca ficarei com medo Eu sobreviverei, neste nada que me leva pra lugar nenhum Eu sobreviverei, me sentirei forte por quanto tempo mais? Eu sobreviverei, neste nada que me leva pra lugar nenhum Eu sobreviverei. Uma voz dentro de mim que fica me importunando Tão doce como um sussuro que vem dos lábios da dor e de tantos passos que eu não posso dar. E o suspiro ainda continua indo embora. Eu estou sonhando isso tudo? Eu nunca ficarei com medo Eu sobreviverei, neste nada que me leva pra lugar nenhum Eu sobreviverei, me sentirei forte por quanto tempo mais? Eu sobreviverei, neste nada que me leva pra lugar nenhum Eu sobreviverei.

I'll survive.... I'll survive... I'll survive... I'll survive.... I'll survive....
Independente do que aconteça I'll survive!

2 comentários:

Experiência Diluída disse...

ô Jaci a vida é composta de bons momentos e ruins. A gente tem que fazer deles o melhor. Eu também ás vezes fico com essa sensação de que está tudo chato, tudo muito normal. Mas há tanta coisa a fazer, se você for parar para pensar...
Um beijo linda!

Mary Pieszecki disse...

Odeio admitir, mas vc me fez admitir... rs
Olha... Eu te adoro cenourinha chan!