...

Palavras despejadas, as vezes sem o menor nexo aparente, com um sentido um tanto ausente.Um blog de uma pessoa romântica, mas um tanto fria, de uma pessoa sedenta da sua companhia.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Ainda me bato com isso de titulos


Nós vivemos nos procurando em outras pessoas... E quando nao achamos nos decepcionamos. O fato é que outro dia eu aprendir com a minha "coisinha" Que só nós mesmo podemos nos decepcionar, não devemos esperar nada de ninguém. Afinal pessoas são imprevisiveis.

Logo so eu posso me decpcionar se eu de novo fracassar. È bom ter amor propio, orgulho não, mas é bom nao deixar que te façam de bobo.


As vezes a gente pensa que ta amando mas a gente só encontrou uma pessoa legal com uma quimica boa... E isso se acaba se desgasta se finda...


Eu ainda acredito no amor... Podem dizer q ele não existe, mas eu ainda acredito. Não preciso correr atrás dele, nem me refugiar... Quando ele me encontrar simplesmente eu vou achar lo nos seus olhos quando a gente menos esperar.


"Não me entrego sem lutar, tenho ainda um coração.

Não aprendir a me render, que caia o inimigo então..."


Apesar de ter escrito isso não tô nem um pouco depositando minha felicidade em outra pessoa. Eu quero buscar a felicidade agora com realizações pessoais, quero me sentir viva para dps me sentir completa com vc.... Quero exercer meu romantismo com alguém q eu ame e esse alguém me ame também.... viva la vida porque ela é feita de momentos unicos... A vida é unica... Eu realmente gosto de sentir o gostinho da liberdade, o gostinho das verdadeiras amizades, o sabor da caridade, adoro ajudar meus amigos....

sexta-feira, 16 de abril de 2010


Não ha coisas boas e cutes para postar aqui nesse periodo tão chato e down de minha vida, mesmo assim decidir não mais calar os meus dedos. Eles ainda funcionam.
Eu sou uma bebêzinha triste, Uma mulher revoltada. Um resto de lixo, o cume da dor.