...

Palavras despejadas, as vezes sem o menor nexo aparente, com um sentido um tanto ausente.Um blog de uma pessoa romântica, mas um tanto fria, de uma pessoa sedenta da sua companhia.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

È de cima para baixo



No canto, quieta e inquieta, contraditória como só eu, me perdia nos meus pensamentos, nas minhas aflições, não tinha expectativas sérias, mas algo começou a mudar quando você chegou. Com esse seu jeitinho tímido, foi me cativando, fazendo renascer algo que parecia estar perdido, na verdade, antes de qualquer ação, algo já havia mudado lá no fundo, lá dentro, algo estava acontecendo no meu coração, não estava de fato perdido, ainda havia uma luz quase apagada, brilhava quase ofuscada por uma escuridão, mas que pareceu receber uma carga forte quando você apareceu, trazendo aos poucos seu brilho de volta.
 A brincadeira começava a se confundir com a verdadeira intenção. Essa que nem a gente sabia que existia.
A gente veio se aproximando, sem querer querendo, eu fui chegando e quanto mais chegava mais gostava, mas queria ficar. Porque quando estou com você, não existe outro lugar que eu queira ficar. Porque é sempre a primeira pessoa que eu quero compartilhar algo, é a pessoa que eu sempre espero encontrar quando chego a casa, por mais que não seja fisicamente, parece rápido e intenso, não gosto de dá passos maiores que minhas pernas (pode parecer que são grandes, mas às vezes com intensidade damos saltos inacreditáveis), quero cuidar e ir devagar, quero ficar, quero continuar, quero poder ser seu apoio, quero te conhecer mais, quero poder ficar feliz em ser útil ,gosto da forma que as coisas vão, gosto do jeito que venho me prendendo e me viciando em você. Gosto de voar, gosto de preservar minha liberdade, mas não adianta ser livre e ser só, quero companhia para poder explorar o céu, e ele é imenso, ficaria mais que contente se aceitasse vim comigo, compartilhar da liberdade. (não o bairro)
Às vezes é nas coisas  ou pessoas mais inesperados que encontramos os melhores momentos que descobrimos o que não estava coberto, mas a gente não sei porque não enxergava é como se um véu fosse rasgado e agora tudo ficasse mais claro, cada dia que passa eu tenho mais certeza do que quero e do que quero fazer (ficar rica também está subentendido nisso), mas eu quero você, quero você mais do que ontem, menos do que amanhã, quero você um pouquinho cada dia, quero ter overdose de você nos finais de semana, quero senti saudade só para depois matar. É baixinha é de baixo pra cima sim, porque você aí de   baixo me alcançou aqui em cima, me atingiu, me acertou , eu quero fazer por onde te merecer. Meu bem, tnks por aparecer, obrigada por permanecer. Beijão bem grandão. Fica comigo enquanto dê, enquanto for bom, que seja bom por bastante tempo, que esse tempo seja suficiente para ser por longo, que a gente construa nossa felicidade. Espero também continuar com os tijolinhos, vamos criar uma mansão, eu quero te dá a mão e te ajudar na sua construção. Meu bem lindão.

Nenhum comentário: