...

Palavras despejadas, as vezes sem o menor nexo aparente, com um sentido um tanto ausente.Um blog de uma pessoa romântica, mas um tanto fria, de uma pessoa sedenta da sua companhia.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Queria um manual


Olha bem, eu estou aqui meio entediada e chateada comigo mesmo, por não saber como agir em diversas ocasiões diferentes. E veja também até outro dia eu estava imensa na mais profunda escuridão, triste escravizada e pré destinada a solidão.
Alguns amigos por perto alguns sorrisos arrancados e depois? Depois eu continuei chateada, mas nao tinha como negar que uma paixão estava surgindo - e eu tenho medo desses sentimentos que surgem assim avassaladores, porque podem ir do jeito que veio - but eu era tão apatica a sua presença que jamais imaginei ou cogitei algum tipo de sentimento a sua pessoa, você pra mim era apenas mais um numero no IBGE, mas agora você inventa de invadir meus pensamentos toda hora, eu sei bem que sou complicada, chata e tudo mais que se pode ter de defeito. È estranho e eu ficaria mais louca se fosse querer entender, mas é que de um numero você passou a ser a dona de meus pensamentos é assustador como eu penso em vc, é assustador tbm como eu perto de você fico sem jeito, as vezes tento negar a mim tudo que ta acontecendo, mas é impossivel. Enfim welcome my life minha Beh. ♥

A parte que eu queria um manual é porque é simplesmente tenso, as vezes algumas pessoas agem com vc de uma maneira inesperada e você acaba se machucando, se decepcionando, uma vez me disseram que a gente so se decepciona porque nos permitimos a isso. E é isso, minha apatia começa a prevalecer quando eu nao me deixo mais ficar supresa com certos tipos de atitudes.

Nenhum comentário: