...

Palavras despejadas, as vezes sem o menor nexo aparente, com um sentido um tanto ausente.Um blog de uma pessoa romântica, mas um tanto fria, de uma pessoa sedenta da sua companhia.

domingo, 28 de novembro de 2010

Ela


Ela tenta viver e vai apenas sobrevivendo antes do escurecer... Ela tenta não tentar e pensa que assim pode esquecer, mas o que ela não lembra é que já desistiu de tentar. Assim ela vai vivendo sem saber o porque, nem aonde vai chegar.
Desistindo da vida sem se matar, ela vive apenas porque ainda pode respirar, chateada com tudo e sentindo seu coração apertar, ela vai vivendo e fazendo os outros chorarem, mas o que não sabem é que ela também chora.
Ninguém realmente a conhece, mas ela não deixa a conhecerem. E o silêncio é a falta de coragem de falar.
Ela vai seguindo em frente por falta de coragem de dobrar, vendo que o seu coração é apenas um frágil músculo, descobrindo que ainda não consegue ser realmente ''gente grande''.
Ela vai andando porque não aguenta correr, vai suportando e colhendo tudo que se fez merecer.
E descobrindo que realmente ama alguém que nunca mais vai ter.
Sem saber nada sobre o amor e se metendo sempre em complicações ela vai se embaraçando cada vez mais e perdendo o estimulo de viver... Vai sobrevivendo.

Nenhum comentário: