...

Palavras despejadas, as vezes sem o menor nexo aparente, com um sentido um tanto ausente.Um blog de uma pessoa romântica, mas um tanto fria, de uma pessoa sedenta da sua companhia.

domingo, 1 de agosto de 2010

:s


Quem entende o que se passa nesse pobre musculo pulssante q movimenta a vida dos seres pensantes?
Uma hora bate, outra hora apanha e é assim até parar.
E todo esforço as vezes parece nulo.

È um emaranhando de sentimentos, uma explosão de emoção.
È esquecer a razão e viver em confusão.
È tentar fazer o certo e ainda assim errar.







"...Olha lá quem sempre quer vitoria
e perde a glória de chorar.
Eu que já não quero mais ser um vencedor,
levo a vida devagar
para nao faltar amor..."

(O vencedor-Los hermanos)

Nenhum comentário: